Tribo da Periferia - 2x2


2x2
Eu e meu prazer de ser louco
Solto no morro, planeta e cascalho
Asfalto e no sonho
2x2
Metros quadrados de madeirite
No fundo do quintal
Um rádio velho, uma canção triste
2x2
E cada um por si, é assim
Ou sobrevive
Ou escolhe um caminho a seguir
Eu escolhi um 2x2
Eu e minha inocência de ser
Indiferente a ponto de não ver
O que me espera ao amanhecer
2x2
Dreyer, Campari
Pó, Birinight
Vodka, Sprite
As puta, os figth, o sexo e a AIDS
Combinação perfeita
Pra somar 2x2
Anos de detenção multiplicado por mais

Nem sei se tenho
O amor que mereço
De acordo com os meus erros
De acordo com meus acertos
Dois minuto pra aprender
Dois anos pra ensinar
Duas mulher pra amar
Dois amor pra conquistar
Vai vendo

Copo na mão, que que eu tô fazendo?
Faz dois dias nem vejo meu eu
Se eu pelo menos soubesse meu valor
Um sofredor, um morador de um 2x2

No morro a gente sofre mais
Há sempre alguém como nós
2x2, 2x2, 2x2, 2x2
A gente sofre mais
Há sempre alguém como nós
2x2, 2x2, 2x2, 2x2

2x2
Eu e uma velha história triste
Que embora já não rime
Mesmo assim entra no ring
2x2
Eu e a solidão que nunca falha
Que sempre me acompanha
E às vezes me acalma
2x2
E e minha maneira, meu jeito de ser
Dificilmente, camarada, você vai entender
2x2
E e meu barraco humilde na favela
Sonha á luz de vela na guarita, sentinela
2x2
Whisky, RedBul e conhaque
O valente e o covarde
Wizzy e o Tupac
Só quem sabe controlar o sentimento de cabeça erguida
O ódio e o prazer
A morte e a vida
2x2
Eu e minha dona que me ama
A lama e a fama
O amor e a grana
2x2
Eu e minha atitude de passar por cima
Respeitar sua família, essa é a lei da rima
2x2
A chance de tentar novamente me espera
Já me condenou e se esqueceu das regras
Dois maluco de carreta
A noite, a violência
Só Mais um teste de sobrevivência
2x2
Dois segundos pra pensar
Dois segundos pra correr
O mundo gira
Só dois passos pra morrer
2x2
Eu e os irmãos de verdade
Que na finalidade
Nunca tiveram lugar de destaque
2x2
Eu e o meu rap de quebrada
O corte da navalha
O peito e a faca
2x2
Eu e cristo que concede a benção
Ei, meu Deus, te agradeço a presença

No morro a gente sofre mais
Há sempre alguém como nós
2x2, 2x2, 2x2, 2x2
A gente sofre mais
Há sempre alguém como nós
2x2, 2x2, 2x2, 2x2





Mais musicas de Tribo da Periferia



Top


Mais Ouvidas



» Ver Todos